LIVE AO VIVO

TEMA: Reformas Judiciais e acesso ao Direito e à Justiça

Com Professor da Universidade de Coimbra Doutor João Pedroso, Jurista e Sociólogo do Direito. Investigador do Centro de Estudos Sociais da UC (CES-Portugal).

Cadastre-se para garantir sua vaga na Live totalmente gratuita

Quando?

DIA 06/12

Que horas?

ÀS 10:00 H

Onde?

No Youtube

Conheça o currículo do professor dr.

Investigador do CES desde 1995 e membro do DECIDe – Núcleo da Democracia, Cidadania e Direito. Mestre em Sociologia do Direito, do Estado e da Administração (2002) e doutor em Sociologia do Direito, do Estado e da Administração (2013) pela Universidade de Coimbra. Frequentou cursos de pós-graduação no IEP – Science-PO (Paris) e no Instituto Internacional de Sociologia Jurídica de Oñati (Espanha). Docente de Direito Comercial no ISCTE (1990-1991) e de Direito Comercial e de Direito do Trabalho na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra desde 1991. Investigador do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Realizou projetos de investigação em Portugal, Brasil (Universidade de S. Paulo) e Moçambique (Centro de Estudos Africanos da Universidade E. Mondlane e Centro de Formação Jurídica e Judiciária). Prémio Gulbenkian de Ciências Sociais (1996). Foi assessor jurídico e chefe de gabinete do Ministro do Trabalho e Solidariedade (1996-2000), presidente do Instituto de Solidariedade e Segurança Social (2001) e chefe de gabinete do Primeiro-ministro (2001-2002). Presidiu a Comissão Nacional de Protecção de Crianças em Risco (1998-2001). Integrou o Conselho Consultivo da Justiça (2001). Membro do Conselho Superior de Magistratura (2003/2005). Coordenou o grupo de trabalho para a sistematização da legislação da Educação (2005). Autor de livros e artigos de direito e sociologia do direito designadamente sobre a caracterização e reforma da administração da justiça, em português, espanhol, francês e inglês. Fez conferências nas áreas do direito e dos estudos sobre a Justiça em Portugal, Espanha, França, Reino Unido, Brasil, Moçambique e Alemanha.